CELULITE, UMA PATOLOGIA QUE ATINGE 95% DAS MULHERES

A grande maioria das mulheres que recebo para avaliação corporal possui  lipodistrofia ginoide, que é o mesmo que dizer celulite.

A Celulite nada mais é que o depósito de gordura sob a pele, onde é visível um aspecto ondulado da epiderme, tipo “casca de laranja”, em algumas áreas do corpo (glúteos, coxa, abdómen, nuca e braços). E porquê nestas zonas, perguntam vocês?

Porque são estas zonas que estão mais sobre a influência do estrogénio (a hormona feminina). 

A celulite afeta cerca de 95% das mulheres, após a puberdade, e a obesidade não é condição necessária para a sua existência, pois há mulheres magras com celulite.

Como principais factores de risco, apresento:

  • excesso de peso,
  • sedentarismo, 
  • bebidas alcoólicas e o cigarro,
  • stress, 
  • baixa ingestão de líquidos, 
  • a pré-disposição genética.

O tratamento da celulite é muito difícil e precisa ser realizado com a combinação de tratamentos e grande adesão do paciente à mudança de hábitos e de estilo de vida.

Portanto, estou aqui para ajudá-la a combater a Celulite com o Método Izabel de Paula®️, um método patenteado e inovador, com resultados fantásticos. 

No instagram do Espaço Izabel de Paula pode visionar esses mesmos resultados e muitas dicas para ajudar a ter uma vida melhor.

Caso Real de um Antes & Depois

E depois das massagens em gabinete é só continuar o trabalho em casa com a ajuda do meu gel Levanta Bumbum®️. Este é um gel corporal que melhora a circulação sanguínea e aumenta a elasticidade dos tecidos. A pele fica fortalecida graças aos seus princípios ativos.

Ele é anti-inflamatório e estimula a síntese proteica do colagénio e elastina! É um estabilizador do tecido conjuntivo, e será o seu aliado anti-celulítico. Saiba mais sobre ele AQUI!

Depois, tenho ainda o Suplemento Levanta Bumbum que ajudará em todo o processo mas por dentro!

🧴Gel Levanta Bumbum®️

💊Suplemento Levanta Bumbum

Como curiosidade, deixo aqui os vários graus de Celulite, pois todos eles merecem a sua atenção e cuidado. 

Grau 1:

Celulite não é visível a olho nu (existe apenas um pequeno aumento das células de gordura) e só aparece quando a pele de determinada zona do corpo é apertada. 

Neste grau, ainda não há alteração dos vasos sanguíneos.

O grau 1 é considerado o grau mais leve da celulite, mas os cuidados devem começar logo. 

Grau 2:

A celulite já é visível, mesmo em repouso. 

Há um acentuado aumento das células de gordura, os vasos sanguíneos começam a ficar espremidos e inicia-se a formação de inchaço. 

Este é considerado o grau intermediário da celulite. 

Não requer grandes preocupações, mas os cuidados a ter devem ser mais acentuados para que a celulite não evolua para o grau seguinte. 

Grau 3:

O aumento das células agrava-se dando origem a nódulos mais salientes. 

A circulação sanguínea fica seriamente comprometida e a pele “casca de laranja” instala-se notoriamente. 

Neste grau, o aspeto visual da celulite já incomoda bastante, uma vez que as marcas estão já totalmente visíveis. 

(Infelizmente, muitas mulheres só começam a cuidar-se quando atingem o grau 3)

Grau 4:

Aqui já é motivo para consultar um médico pois esta é a celulite mais grave de todas, uma vez que a circulação sanguínea está seriamente comprometida. 

O inchaço das células de gordura é acentuado, a celulite é dura e a pele ganha um aspeto acolchoado. A mulher sente dor e cansaço nas pernas.