O MEU PROPÓSITO DE VIDA: O AMOR

Patrimónios hoje decidi vir partilhar mais um bocadinho de mim. 

Como já sabem estou em Portugal há mais de 20 anos. A minha vida no Brasil, antes de me mudar para Lisboa, não era fácil e fui vítima de um Bullying constante, devido ao meu excesso de peso, que me levou toda a minha força de viver ao longo de vários anos. 

Contudo, com a esperança de uma vida melhor, mudei-me para esta linda cidade e aqui estou até hoje. O início em Portugal não foi fácil, mas comecei-me a dedicar ao mundo da Estética e, apesar de ter sofrido um AVC, consegui alcançar os meus objetivos de vida com muita coragem e resiliência. Construí uma nova história e hoje sou a 1.ª Body Shaper Expert, em Portugal; patenteei os meus tratamentos corporais; criei a marca, com o meu próprio nome; escrevi dois livros para ajudar as mulheres a cuidarem de si e aumentarem a sua auto-estima; e criei a linha de produtos Izabel de Paula®️ para que os meus segredos de massagem possam chegar a casa de todas vocês.

Recentemente, tomei coragem e decidi tornar público o meu passado, todo o meu sofrimento na infância, uma vez que na minha Clínica, aquando das avaliações corporais que realizo, começaram a surgir muitas mulheres com histórias semelhantes à minha. 

Portanto, decidi contar a minha história para que outras mulheres ganhem, também, coragem e sintam que podem receber amor e carinho da minha parte. Eu quero lhes dar aquilo que eu nunca tive: amor. 

O meu propósito de vida é incentivar estas mulheres a mudar a sua vida e a terem coragem de dar o passo seguinte. Quebrei tabus com a minha exposição nas redes sociais, mas sinto que foi por um bem maior, o poder vos ajudar.

O Feedback que tenho recebido compensa e pretendo continuar a ser uma inspiração. Perdi 39 kg e não foi fácil o meu percurso até 2019, mas estou cá e consegui vencer e quero que a minha história seja a força para que outras mulheres renasçam e sejam mais felizes com os seus patrimónios. E é esta palavra que eu uso, eu chamo todos as minhas clientes de patrimónios, pois elas são os meus patrimónios e depois têm o corpo delas, que é o seu património. 

Para mim Património não é um bem material, mas sim o nosso corpo, a pessoa em si com todas as características e personalidade, que tem que se valorizar. É aquilo que a mulher é e não o que ela tem. 

Sejam vocês próprias e sejam fortes e resilientes ao longo da vossa vida, para assim serem mais felizes.

Obrigada por me deixarem partilhar tudo isto convosco.

Um beijinho da vossa Izabel e de seguida podem aceder à minha entrevista com a Tânia no ‘A Nossa Tarde’, na RTP 1.